Conheça Machado de Assis

Conheça Machado de Assis

  Joaquim Maria Machado de Assis nascido no Morro do Livramento, Rio de Janeiro em, 21 de junho de 1839, foi um escritor brasileiro, considerado por muitos críticos, estudiosos, escritores e leitores, um dos maiores senão, o maior nome da literatura do Brasil. Para o crítico literário norte-americano Harold Bloom, Machado de Assis é o maior escritor negro de todos os tempos. Escreveu em praticamente todos os gêneros literários, sendo poeta, romancista, cronista, dramaturgo, contista, folhetinista, jornalista e crítico literário. Testemunhou a Abolição da escravatura e a mudança política no país quando a República substituiu o Império, além das mais diversas reviravoltas pelo mundo em finais do século XIX e início do XX, tendo sido grande comentador e relator dos eventos político-sociais de sua época.
 

  Sua extensa obra constitui-se de dez romances, duzentos contos, dez peças teatrais, cinco coletâneas de poemas e sonetos, e mais de seiscentas crônicas. Machado de Assis é considerado o introdutor do Realismo no Brasil, com a publicação de Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881).
 

  Sua obra foi de fundamental importância para as escolas literárias brasileiras do século XIX e do século XX e surge nos dias de hoje como de grande interesse acadêmico e público. Influenciou grandes nomes das letras, como Olavo Bilac, Lima Barreto, Drummond de Andrade, John Barth, Donald Barthelme e outros. Ainda em vida, alcançou fama e prestígio pelo Brasil e países vizinhos. Hoje em dia, por sua inovação literária e por sua audácia em temas sociais e precoces, é frequentemente visto como o escritor brasileiro de produção sem precedentes, de modo que, recentemente, seu nome e sua obra têm alcançado diversos críticos, influenciados, estudiosos e admiradores do mundo inteiro. Machado de Assis é considerado um dos grandes gênios da história da literatura, ao lado de autores como Dante, Shakespeare e Camões. Machado de Assis e Eça de Queiroz são considerados os dois maiores escritores em Língua portuguesa do século XIX. É homenageado pelo principal prêmio literário brasileiro, o Prêmio Machado de Assis.

 

Obras

Romances:

 

  • Ressurreição, (1872)
  • A mão e a luva, (1874)

  • Helena, (1876)

  • Iaiá Garcia, (1878)

  • Memórias Póstumas de Brás Cubas, (1881)

  • Casa Velha, (1885)

  • Quincas Borba, (1891)

  • Dom Casmurro, (1899)

  • Esaú e Jacó, (1904)

  • Memorial de Aires, (1908)

 

Coletânea de Poesias:

  • Crisálidas, (1864)
  • Falenas, (1870)
  • Americanas, (1875)
  • Ocidentais, (1880)
  • Poesias Completas, (1901)
  • Coletânea de contos
  • Contos Fluminenses, (1870)
  • Histórias da Meia-Noite, (1873)
  • Papéis Avulsos, (1882)
  • Histórias sem Data, (1884)
  • Várias Histórias, (1896)
  • Páginas Recolhidas, (1899)
  • Relíquias da Casa Velha, (1906)