Conheça Fernando Pessoa

Conheça Fernando Pessoa

   Fernando Pessoa é considerado mestre da poesia, figura central do Modernismo português, mas mostrou muito pouco do seu talento em vida. 

   Poeta lírico e nacionalista cultivou poesias com temas tradicionais de Portugal e aos seu lirismo saudosista. Suas poesias carregam reflexões sobre o “eu profundo”, inquietações, solidão e  seu tédio.

   Nascido na cidade de Lisboa, Portugal, no dia 13 de junho de 1888, Fernando Antônio Nogueira Pessoa é filho de Joaquim de Seabra Pessoa e Maria Magdalena Pinheiro Nogueira Pessoa. Perdeu seu pai muito cedo, aos 5 anos de idade.

   Fernando escreveu seus primeiros poemas em inglês, em 1901. Entrou para a Faculdade das Letras em 1905, no curso de Filosofia, mas abandonou a faculdade em 1907.

   Trabalhou como crítico político, editor, jornalista, publicitário, empresário e astrólogo. Trabalhou em algumas revistas como crítico literário. Nessa época, criou seus heterônimos principais. Fernando Pessoa publicou poemas que escandalizaram a sociedade conservadora da época, enquanto liderava o grupo mentor da revista “Orpheu”.

   Fernando Pessoa foi vários poetas ao mesmo tempo. Criou uma biografia descrevendo a personalidade de cada poeta que convivia nele. São eles:

  • Alberto Caeiro: “tudo é como é”, “tudo é assim como é assim”, o poeta reduz tudo à objetividade, sem a mediação do pensamento. 
  • Ricardo Reis: admirador da cultura clássica.
  • Bernardo Soares: é um “semi-heterônimo”
  • Álvaro de Campos: considerado o mais importante, rebelde e agressivo, reproduzia a revolta e o inconformismo

Obras publicadas em Vida

  • 35 Sonnets (1918)
  • Antinous (1918)
  • English Poems, I, II e III (1921)
  • Mensagem (1934)

Algumas Obras Póstumas

  • Poesias de Fernando Pessoa (1942)
  • A Nova Poesia Portuguesa (1944)
  • Poemas Dramáticos (1952)
  • Novas Poesias Inéditas (1973)
  • Poemas Ingleses Publicados por Fernando Pessoa (1974)
  • Cartas de Amor de Fernando Pessoa (1978)
  • Sobre Portugal (1979)
  • Textos de Crítica e de Intervenção (1980)
  • Obra Poética de Fernando Pessoa (1986)
  • Primeiro Fausto (1986)